quarta-feira, 7 de abril de 2021

“Eemslift Hendrika” corre risco de encalhar na costa norueguesa

As autoridades norueguesas declararam na tarde de hoje estado de emergência temendo que um navio de carga heavy-lift holandês, “Eemslift Hendrika”,   que está à deriva ao largo da costa corra o risco de encalhe e causando um incidente ambiental. As equipas de resgate embarcaram no navio à deriva tentando prender um cabo de reboque.



Eemslift-Hendrika
Photo//Heavy Lift News

Cargueiro "Southwester" abandonado ao largo da Figueira da Foz

As equipas da Administração Costeira norueguesa e da Guarda Costeira permaneceram no local monitorizando o ” Eemslift Hendrika” a partir do momento em que o navio emitiu uma chamada de socorro em 5 de abril. O capitão e a tripulação abandonaram o navio receando que pudesse virar na tempestade.



 


Como as condições atmosféricas mudaram ao final da tarde e à noite, as autoridades norueguesas disseram que agora acreditam que o navio chegará à terra nas próximas oito horas, a menos que tomem medidas imediatas. O navio deriva para terra e a última posição mostra que está a cerca de 10 milhas náuticas da costa, movendo-se em direção a Stadtlandet, na Noruega, a uma velocidade de aproximadamente 1,5 nós.



Esta manhã, os helicópteros noruegueses sobrevoaram a área fazendo uma inspeção e planeando esforços para transportar uma tripulação de resgate para bordo do navio. Eles relataram que o tempo havia acalmado durante a noite havendo agora ondulação de 6 a 8 metros (anteriormente eles estavam acima de 15 metros) e o vento moderado a forte.



 



Os rebocadores “BB Ocean” e “Normand Drott” operados pela Smit Salvage também chegaram ao navio na manhã de hoje, quarta-feira, e estavam prontos para prender um cabo de reboque. O plano era o helicóptero içar uma equipe de resgate de quatro pessoas até o convés do “Eemslift Hendrika”, para colorarem o cabo de reboque. Os rebocadores irão então reposicionar o navio em águas protegidas.

As autoridades norueguesas também localizaram o barco que caiu do “Eemslift Hendrika” que permanece à tona a vários quilômetros do navio.






Referencia//Maritime Executive

Sem comentários:

Publicar um comentário