terça-feira, 22 de setembro de 2020

Maior quebra-gelo nuclear do mundo inicia testes no Ártico

 O novo quebra-gelo russo Arktika, o maior de propulsão nuclear até agora construído , zarpou de São Petersburgo em direção ao Ártico.

"O quebra-gelo Arktika do projeto 22220, o primeiro da série de quebra-gelos de propulsão nuclear e o mais poderoso do mundo, zarpou de São Petersburgo para realizar os últimos testes no Ártico e, em seguida, deve navegar para Murmansk para assinar a ata de aceitação. Será a primeira vez que o navio navegará em condições extremas do gelo ártico", indica o comunicado do estaleiro Baltiysky Zavod.


Quebra-gelos-Arktika
Photo//Sputnik / Aleksandr Galiperin

Estaleiro russo lança quebra-gelo polivalente


O quebra-gelo nuclear do projeto 22220 tem 173 metros de comprimento e 34 metros de largura. A embarcação é dotada de uma unidade com potência de 60 megawatts.

O Arktika será capaz de navegar no gelo com até três metros de espessura, abrindo caminho a grandes navios mercantes.



No dia 17 de setembro, o quebra-gelo regressou a São Petersburgo após concluir a segunda fase de testes no mar, durante os quais a tripulação verificou o funcionamento dos sistemas de energia elétrica e as características de manobra do navio.

O quebra-gelo, de 33.500 toneladas de deslocamento, foi projetado para guiar e abrir caminho, nas zonas geladas do oceano, aos navios de grande porte transportando hidrocarbonetos a partir das jazidas do Extremo Norte da Rússia com destino aos mercados da Ásia e Pacífico.


Russia lançou o quebra-gelo nuclear "Ural"


Fonte//SputnikNews

Sem comentários:

Publicar um comentário