sexta-feira, 10 de julho de 2020

Hurtigruten inicia cruzeiros nas Ilhas Britânicas em Setembro


A Hurtigruten será a primeira operadora de cruzeiros a oferecer cruzeiros de expedição, de curta duração, nas Ilhas Britânicas desde que o país bloqueou os portos devido á Covid-19 em março de 2020.


MS-roald-amundsen
Photo//Huttigruten


O “Fridtjof Nansen”, da Hurtigruten, concluiu as provas de mar



Em setembro, o operador norueguês começará uma série de quatro cruzeiros a bordo do Roald Amundsen, o primeiro navio de cruzeiro híbrido de expedição do mundo. A série incluirá o itinerário "Ilhas encantadoras e cidades costeiras", que parte de Portsmouth em 2 de setembro; o cruzeiro 'Isle of Man, Isle of Skye e o magnífico Scottish Highlands', que parte de Liverpool em 7 de setembro; a viagem 'Habitats naturais, natureza selvagem e história fascinante', que parte de Glasgow em 12 de setembro; e o itinerário 'Jardins magníficos, ilhas preservadas e história rica', que começará em Liverpool em 17 de setembro.


Cruzeiro da Hurtigruten transmitido em direto


Os passageiros poderão visitar destinos como as Ilhas Scilly, Fowey, Rathlin Island, Fort William, Oban, Fishguard, Waterford e St Kilda, o único Patrimônio Mundial da UNESCO da Unesco, que abriga quase um milhão de aves marinhas.
"Estamos muito satisfeitos em oferecer aos hóspedes os cruzeiros de expedição de curta distância para conhecer a costa britânica a bordo de nosso navio híbrido, Roald Amundsen", disse Anthony Daniels, gerente geral do Reino Unido em Hurtigruten. “Vamos levar os hóspedes a partes menos visitadas das Ilhas Britânicas e para perto da natureza e dos projetos de conservação. Esta é uma ótima oportunidade para quem procura um cruzeiro de expedição pela primeira vez, mas mais perto de casa. Tendo operado na Noruega durante toda a pandemia de coronavírus e tendo reiniciado recentemente as operações regulares na Noruega, com fortes medidas de segurança, a bordo e fora do barco, significa que os hóspedes podem relaxar e aproveitar a curta pausa no Reino Unido. ”




A Hurtigruten, retomou com sucesso a navegação na Noruega em 16 de junho e os cruzeiros de expedição internacional da Alemanha a partir de 26 de junho, introduziu novos procedimentos de saúde e segurança para proteger os hóspedes e a tripulação contra o Covid-19, de acordo com as diretrizes recomendadas pelo governo norueguês e pelas autoridades de saúde dos destinos a que se dirige. Atualmente, a marca possui cinco navios em operação e pretende ter 14 de seus 16 navios navegando até setembro.
"Estamos tendo uma forte procura em todos os mercados e destinos, incluindo a costa norueguesa, o Ártico e a Antártica", disse Daniel Skjeldam, CEO da Hurtigruten. "A procura reflete nossas previsões de que o cruzeiro em navios pequenos, com todas as nossas vantagens, como mais flexibilidade e menos convidados, será ainda mais popular após o Covid-19".


O primeiro navio de cruzeiro híbrido-elétrico do mundo





Sem comentários:

Publicar um comentário