sexta-feira, 12 de junho de 2020

Projeto financiado para navegação de navios não tripulados


Um novo projeto está a ser desenvolvido no Japão que visa criar e demonstrar a tecnologia e os sistemas necessários para permitir a navegação dos navios não tripulados. Como parte do esforço, o sistema de protótipo também será submetido a verificação através de testes de demonstração nas águas costeiras japonesas.



Navio-ferry-não-tripulado
Photo //Mitsubishi Heavy Industries

Soluções de propulsão Wärtsilä para ferries de alta velocidade


Financiado por uma doação do Programa Conjunto de Desenvolvimento Tecnológico para Demonstração de Navios Não Tripulados, patrocinado pela The Nippon Foundation, o projeto será realizado pela Mitsubishi Shipbuilding Company, uma divisão da Mitsubishi Heavy Industries, em colaboração com a Shin Nihonkai Ferry Company.
Na primeira fase do projeto, a Mitsubishi Shipbuilding colaborará com a Shin Nihonkai Ferry, bem como com instituições acadêmicas, empresas de TI e empresas de engenharia de sistemas de controlo no design e construção de um ferry que integra tecnologias avançadas de navegação não tripulada. Será o próximo passo no desenvolvimento de sistemas automáticos para auxiliar a navegação e manuseamento de cargas, nos quais a Mitsubishi Shipbuilding trabalha desde os anos 90.




Uma vez concluída a fase de desenvolvimento, o protótipo do sistema de navegação não tripulado será instalado num ferry de alta velocidade, encomendado pela Shin Nihonkai Ferry. O navio será construído na doca principal de Tategami do estaleiro Nagasaki & Machinery Works da MHI.
Os testes de demonstração do novo sistema serão realizados durante aproximadamente um ano, começando com a entrega do navio, prevista para o final de junho de 2021. Uma tripulação estará a bordo para monitorizar as operações e garantir a segurança durante a fase de testes, que durará até maio de 2022. O objetivo do projeto, é concluir a verificação e demonstração de um sistema abrangente que permita uma navegação totalmente não tripulada.
Entre os sistemas a serem integrados ao navio, estarão tecnologias de diagnóstico remoto para equipamentos de grande escala desenvolvidos pelo Grupo MHI. Além disso, a Mitsubishi Shipbuilding também continuará a expandir seus programas de desenvolvimento atuais para aumentar ainda mais a segurança do navio, reduzir o trabalho da tripulação e reduzir os custos operacionais.


"Nearchos", ex "Lobo Marinho", um navio com história






Sem comentários:

Publicar um comentário