quarta-feira, 13 de maio de 2020

Quinze tripulantes abandonados num navio nas Filipinas


Quinze tripulantes foram abandonados num navio de bandeira espanhola que não tem leme. O navio MV “Celanova” (IMO 9268394),  ficou sem eletricidade, luzes, wi-fi, refrigeração, GPS, luzes de segurança ou proteção, relata a ITF.
                                                                                  


Mv-celenova
Photo//MarineTraffic

Incêndio e explosão em petroleiro, feriu 22 pessoas.


Com as baterias dos telemóveis acabando, a tripulação, está pedindo ajuda urgente, já que a embarcação está sem combustível,  alimentos, água potável e medicamentos.
Somos pessoas fortes, mas estamos exaustos e agora com mau tempo e sem opção de fazer nada se (o) navio arrastar a âncora”, é a mensagem que Pedro mandou para a ITF a 10 de maio. “Espero que segunda-feira possa terminar isso e na próxima semana possamos atracar. Nas condições atuais a nossa situação é muito perigosa. Nós sobreviveremos até segunda-feira. A tripulação dorme no convés, pois não há ar-condicionado, mas as tempestades na noite de domingo obrigaram as tripulaçao a se abrigar no escuro abaixo do convés".


O MV “Celanova, é é um navio tanque de GLP, com tonelagem bruta de 7.600 ton, propriedade da GLOBALGAS SA, Madri, Espanha. A ITF diz que a empresa não paga aos tripulantes há vários meses. O navio-tanque de GLP foi forçado a descarregar sua carga de gás butadieno para outra embarcação em 7 de março, pois estava ficando sem combustível para manter o gás refrigerado.
Tudo começou em 7 de dezembro, quando o navio-tanque teve uma avaria e perdeu o leme na costa das Filipinas. Dez dias depois, foi rebocado e ancorou na baía de Manila. O Controlo do Estado do Porto das Filipinas prendeu a embarcação em 14 de fevereiro, quando as autoridades descobriram que ela estava violando a Convenção do Trabalho Marítimo (MLC) devido a salários não pagos, após notificação da ITF.


Navio graneleiro detido na África do Sul, por atirar clandestinos ao mar



A ITF está solicitando com urgência às autoridades filipinas que permitam que o navio entre no porto para facilitar a assistência do estado de bandeira e da seguradora do navio, a American Club.
As autoridades locais concordaram, mas apenas sob condição de ter um reboque ao lado do navio-tanque e em espera enquanto ele estiver atracado. O reboque tem que ser pago pela tripulação.
"Eu trabalho há mais de 14 anos como inspetor da ITF, lidei com muitos navios abandonados até agora e esta é a primeira vez que alguém pede que a tripulação pague o aluguer de rebocadores", disse Luz Baz, coordenador da ITF na Espanha. “O navio precisa ir para o porto. A tripulação não pode usar o motor. Algo tem que ser feito. A tripulação está desesperada. Eles precisam de combustível, água fresca, provisões, medicamentos, peças de segurança ”, disse ela.
Alguns membros da tripulação espanhola e caribenha estão a bordo desde agosto, outros desde novembro.
Apesar das Filipinas serem signatárias da MLC exigindo que os governos facilitem o repatriamento de tripulação durante o abandono, nada foi feito, diz a ITF, que escreveu para a Organização Internacional do Trabalho solicitando sua intervenção.



Características



IMO : 9268394
Nome : CELANOVA
Tipo de navio - Genérico : Tanker
Tipo de navio - Detalhado : LPG Tanker
Status : Ativo
MMSI : 224991000
Indicativo : ECBX
Bandeira : Spain [ES]
Tonelagem Bruta : 7666
DWT Verão : 7300 t
Comprimento : 120 m
Largura extrema :  20 m
Ano de construção : 2003





Sem comentários:

Publicar um comentário