segunda-feira, 13 de abril de 2020

A Carnival Cruise Lines mantem a suspensão de cruzeiros até 27 de junho

A Carnival Cruise Lines suspendeu toda a atividade de cruzeiros na América do Norte até 26 de junho de 2020 devido à atual crise COVID-19.
Não ficou bem clarificado se a suspensão foi aplicada a todas as subsidiárias da Carnival Corp., já que cada uma é gerida de forma independente.


Carnival-cruises
Photo//ABC33/40

Singapura aloja os trabalhadores em navios/acomodação para combater o COVID-19


A empresa também informou estar cancelando os itinerários sazonais do Carnival Sunrise fora de Nova York neste verão e outono.
O anúncio da Carnival Cruise Lines ocorre depois que os Centros de Controle de Doenças dos EUA, em 9 de abril, estenderam uma ordem de “não embarcar” para todos os navios de cruzeiro durante 100 dias a partir da data de publicação no Registo Federal ou até que a pandemia do COVID-19 deixe de ser uma emergência de saúde pública ou se o Diretor do CDC rescindir ou modificar a ordem.
Atualmente, existem aproximadamente 100 navios de cruzeiro ainda em cruzeiro, fora dos Estados Unidos, com quase 80.000 tripulantes a bordo, disse o CDC.

As nove subsidiárias de cruzeiros da Carnival Corporation são a Aida Cruises, a Carnival Cruise Lines, a Costa Cruises, Cunard, Holland American Lines, P&O Cruises (Reino Unido), P&O Cruises (Austrália), P&O Cruises (Austrália), Princess Cruises e Seabourn.



Arquitetos usam contentores para cápsulas de biocontenção para o COVID-19



Fonte//gCaptain



Sem comentários:

Publicar um comentário