sábado, 28 de março de 2020

Quatro mortos e dois casos COVID-19 a bordo do navio de cruzeiro MS “Zaandam”

Faleceram quatro passageiros idosos a bordo do navio de cruzeiro MS "Zaandam" por causas não especificadas e dois outros testaram positivo para o COVID-19, confirmou a operadora Holland American.

Zaandam
Photo//Business Insider

Vários navios de cruzeiro com casos de COVID-19



A notícia foi divulgada pela primeira vez pelo Business Insider, que afirmou que um membro da tripulação a bordo do navio de cruzeiro Rotterdam havia passado a informação num memorando a bordo e uma gravação em áudio de um anúncio feito pelo comandante do navio. O MS “Roterdam” encontrou -se com MS “Zaandam”, fora do Panamá, para fornecer alimentos, kits de teste de coronavírus e pessoal médico por transferência de navio para navio.
A Holland American confirmou muitos detalhes da história num comunicado. A operadora disse que seu plano de resposta é transferir grupos de hóspedes saudáveis ​​do MS “Zaandam” para o MS” Roterdam” via transferência navio a navio, usando protocolos desenvolvidos pelo CDC para identificar aqueles que não estão doentes. Será dada prioridade a pessoas com cabines internas e idade superior a 70 anos. Os convidados evacuados para MS “Roterdam” ficarão em quarentena até o desembarque.
Aqueles que são identificados como doentes ou tiveram contato com uma pessoa doente permanecerão a bordo do MS “Zaandam”, juntamente com todos os membros da tripulação.
O destino final para os dois navios ainda não está definido. O objetivo da Holland American é enviar o MS” Zaandam” para Fort Lauderdale, Flórida, através do Canal do Panamá, e disse sexta-feira que continua trabalhando com as autoridades panamenses para aprovação de trânsito no canal. O MS”Roterdam” deverá ir para San Diego para desembarcar passageiros saudáveis, segundo o memorando.

Na tarde de sexta-feira, a Autoridade do Canal do Panamá (ACP) disse que não permitiria a passagem do MS” Zaandam”. " Seguindo o protocolo do Ministério da Saúde do Panamá, se uma embarcação tiver indivíduos com teste positivo para COVID-19 a bordo,  não poderá realizar nenhuma operação portuária ou transitar pelo Canal", escreveu o ACP.
O MS”Zaandam” partiu em 7 de março num itinerário sul-americano. Foi recusada a permissão para desembarcar passageiros em Punta Arenas em 14 de março devido ao encerramento da fronteira recentemente decretado pelo Chile. Nessa altura, não havia casos COVID-19 conhecidos a bordo. A Holland American informou em 22 de março que 42 indivíduos tinham desenvolvido m sintomas semelhantes aos da gripe.


MS Braemar não consegue porto para atracar por ter coronavirus a bordo


Fonte//BusinessInsider.


Sem comentários:

Publicar um comentário