quarta-feira, 11 de março de 2020

Encontrado submarino “USS Stickleback” perdido há 62 anos

A equipa "Lost 52 Project" descobriu o “USS Stickleback” (SS 415), um submarino perdido há 62 anos a 3300 metros de profundidade.
O submarino da Segunda Guerra Mundial foi enviado para Guam em março de 1945 e começou sua primeira patrulha de guerra em 6 de agosto, quando partiu para o Mar do Japão. Chegou na semana seguinte e começou sua patrulha. Durante esse período, foram lançadas as bombas atómicas sobre Hiroshima e Nagasaki, e acreditava-se que a guerra terminaria em breve.

O “USS Stickleback” só estava na área de patrulha há dois dias quando a ordem de cessar-fogo foi aprovada. Ele permaneceu na área e, em 21 de agosto, avistou duas jangadas de bambu contendo 19 sobreviventes de um cargueiro. Estiveram a bordo durante 18 horas, onde receberam comida, água, tratamento médico e foram deixados nas jangadas a uma curta distância de uma das ilhas japonesas.
O “USS Stickleback” voltou a Guam em 9 de setembro de 1945. Partiu para os EUA no dia seguinte. Ela chegou a São Francisco e participou do desfile da Terceira Frota em 28 de setembro. Após um pequeno cruzeiro para as Ilhas Havaianas,  foi desativado e colocada em reserva em 26 de junho de 1946.
Voltou ao ativo em 6 de setembro de 1951 e serviu em San Diego, Califórnia, como navio de treino. Foi novamente desativado em 14 de novembro de 1952 e convertida num submarino do tipo Guppy IIA. A 26 de junho de 1953, o “USS Stickleback” juntou-se ao Submarine Squadron 7 em Pearl Harbor, onde apoiou as forças das Nações Unidas na Coreia de fevereiro a julho de 1954, voltando depois a Pearl Harbor. De 1954 a 1957, conduziu operações de recolha de informações na União Soviética.
Em 28 de maio de 1958, o “USS Stickleback” participava num exercício de guerra anti-submarino com a escolta do destroyer “USS Silverstein” (DE 534) e um draga minas na área havaiana.





No curso desses exercícios, o submarino havia acabado de lanças um torpedo simulado no “USS Silverstein” e estava a uma profundidade segura quando ficou sem  energia e descendo descontrolado a cerca de 240 metros. Foi adicionado um lastro de flutuação de emergência e ele subiu rapidamente emergindo aproximadamente 180 metros à frente do destroyer. Foi dado o alarme de colisão, e “USS Silverstein” deu á ré toda a força, mas não conseguiu evitar uma colisão. O resultado foi um rombo no submarino e perda do mesmo.
A tripulação do “USS Stickleback” foi retirada pelo draga minas e foram feitos esforços combinados por vários navios para salvar o submarino. Os navios de resgate prendiam cabos ao submarino, mas todos os compartimentos inundaram, e o “USS Sticklebac” afundou a 3.300 metros de profundidade.

O “USS Stickleback” é o terceiro submarino a ser descoberto, dos quatro da Marinha dos EUA perdidos desde o final da Segunda Guerra Mundial. o  “USS Cochino” (SS 345), o “USS Thresher”  (SSN 593) e o “USS Scorpion” (SSN 589) também foram perdidos durante a Guerra Fria.

HSC “Atlantic Express” sofre acidente no porto de Colónia


Fonte//MaritimeExecutive



Sem comentários:

Publicar um comentário