domingo, 22 de março de 2020

Carnival disponibiliza os seus navios como hospitais para doentes não-Covid-19

A Carnival Corporation disponibilizou o uso dos navios de cruzeiro das empresas subsidiarias, Carnival Cruise Line, Holland America Line, Princess Cruises e P&O Cruises Australia, aos governos e autoridades de saúde para funcionarem como hospitais temporários para pacientes não-Covid-19.


Carnival-Dream
Photo//Sweetdeals

Vários navios de cruzeiro com casos de COVID-19



A corporação espera ajudar os governos a aliviar a crescente pressão sobre os serviços de saúde em terra, que está sendo exercida pela propagação contínua do vírus Covid-19 em todo o mundo.
Segundo a Carnival Corporation, seus navios de cruzeiro podem ser rapidamente provisionados para servir como hospitais com até 1.000 quartos, onde os profissionais de saúde podem tratar pacientes que sofrem de condições menos críticas. A rede de internet de alta velocidade dos navios também permitiriam instalar e ligar dispositivos remotos de monitorização de pacientes para fornecer recursos cardíacos, respiratórios, de saturação de oxigénio e de monitorização em vídeo. Os quartos também possuem banheiros, varandas privadas e podem ser isolados, se necessário.



Além disso, os navios poderiam fornecer até sete unidades de terapia intensiva equipadas com monitorização cardíaco central, ventiladores e outros dispositivos médicos importantes em seus centros médicos a bordo.
Os navios “hospital” temporários ficariam atracados num porto próximo à comunidade necessitada, com todas as operações marítimas, alimentos e bebidas e serviços de limpeza fornecidos pelos membros da tripulação. Os serviços médicos seriam prestados pela entidade governamental ou hospital responsável por combater a disseminação do Covid-19 dentro dessa comunidade. Ás partes interessadas só será solicitado cobrir apenas os custos essenciais ás operações do navio enquanto estiverem no porto



MS Braemar não consegue porto para atracar por ter coronavirus a bordo



Fonte//Cruise And Ferry




Sem comentários:

Publicar um comentário