domingo, 22 de dezembro de 2019

Vard vai construir dois novos navios de cruzeiro de luxo para a PONANT


No contexto do acordo anunciado em novembro passado para 2 navios de cruzeiro de expedição de luxo de nova geração, a empresa francesa de cruzeiros PONANT e a Vard, subsidiária norueguesa da Fincantieri, assinaram agora o contrato de construção.
A Fincantieri já construiu quatro navios para a PONANT, "Le Boréal", "L'Austral", "Le Soléal" e "Le Lyrial", entregues respetivamente em 2010, 2011, 2013 e 2015.


Ponant Explorers
Imagem Vard


Dois navios da Carnival chocam no México



A VARD, subsidiária norueguesa da Fincantieri, que irá construir os novos navios, construiu quatro unidades da classe "PONANT EXPLORERS" dos quais já entregou 2  e entregará os 2 últimos da série em 2020.
A VARD também entregará à PONANT o "Le Commandant Charcot", o primeiro navio de exploração polar elétrico híbrido movido a GNL, em 2021.
As novas unidades, com entrega prevista para 2022, representarão uma evolução dos navios da classe “PONANT EXPLORERS”. Eles deverão operar no Pacífico Sul para a marca "PAUL GAUGUIN CRUISES", bem como para o navio homónimo adquirido recentemente pela PONANT, passando assim a três o número de navios sob esta marca.


Ponant Explorers
Photo Vard

Ulstein lançou o "National Geografic Endurance"


Serão navios com cerca de 11.000 toneladas brutas, com capacidade para acomodar cerca de 230 passageiros a bordo.
Serão também híbridos elétricos e equipados com tecnologia de ponta em termos de proteção ambiental e populacional, apresentando a mais abrangente aplicação de baterias no mercado, permitindo uma operação livre de emissões quando parados em portos e em áreas ambientalmente sensíveis.

Mais detalhadamente, para que os navios tenham o menor impacto possível sobre o meio ambiente, seu design ecológico será guiado por três objetivos: Otimização de energia para garantir um consumo mínimo, abrangente da otimização hidrodinâmica do casco, mais energia equipamentos eficientes e um sistema inovador de recuperação de energia, redução de ruído subaquático e melhoria do tratamento de resíduos com o rótulo “Cleanship Super” do Bureau Veritas, um organismo de certificação independente.


O “Fridtjof Nansen”, da Hurtigruten, concluiu as provas de mar


Fonte//Fincantieri


Sem comentários:

Publicar um comentário