domingo, 15 de dezembro de 2019

A Brothers Aa desenvolve catamarãs de passageiros a hidrogénio

A Brothers Aa desenvolveu um novo design para embarcações de passageiros de alta velocidade e emissões zero, usando o como hidrogénio como combustível, o Aero 42 Hydrogen.
A Brothers Aa é líder no projeto e construção de barcos de passageiros de fibra de carbono de alta velocidade. A empresa também é líder em tecnologia de emissões zero e, no seu historial conta-se prestigiada e premiada embarcação “Future of The Fjords”, o primeiro barco turístico de emissões zero do mundo.


Aero 42 Hydrogen
Photo Fuelcellsworks

Ulstein projeta navio a hidrogénio para operações offshore


A empresa agora está investindo mais, segundo o CEO da Brothers, Tor Øyvin, continuam o trabalho para estar na frente. “Graças a funcionários e parceiros qualificados, estamos prontos para construir o que pode ser o primeiro barco de passageiros, rápido, a hidrogénio, da Noruega”, afirmou ele.
Dois dos novos navios farão um percurso de 95 milhas náuticas ligando Trondheim a Kristiansund. Terão capacidade para 275 passageiros e e navegarão á velocidade de 34 nós. A Brothers Aa optou pelo hidrogénio para propulsão porque é uma solução de emissões zero e tem a possibilidade de armazenar grandes quantidades de energia a bordo, fator este muito importante para ter um longo alcance.


Aero 42 Hydrogen
Photo Fuelcellsworks

Ulstein projeta navio a hidrogénio para operações offshore


O Aero 42 foi projetado para o futuro. O navio catamarã tem 42,8 m de comprimento e pode operar a 34 nós em distâncias de até 150 milhas náuticas. Para segurança ideal, as células de combustível e os tanques de armazenamento de hidrogénio são completamente isolados. O design tem os cascos de linhas finas o que  garante boa economia de energia. A seleção e o design do material tornam a embarcação muito leve, mantendo o conforto dos passageiros.



Aero 42 Hydrogen
Photo Fuelcellsworks

Lançado o primeiro transportador de hidrogénio liquefeito do mundo


O armazenamento seguro do hidrogénio é um desafio nas áreas portuárias. A Brothers Aa adiciou uma nova solução ao projeto Trøndelags numa estreita colaboração com o fornecedor nacional de hidrogénio Ocean Hyway Cluster, que está desenvolvendo o conceito inovador do Deep Purple para armazenamento de hidrogénio no fundo do mar.
O conceito permite armazenar grandes quantidades de hidrogénio em tanques no fundo do mar e distante do porto. O hidrogénio é alimentado no terminal do cais por meio de pipeline, e nos navios fica apenas com a quantidade de hidrogénio necessária. Isso evita qualquer risco de armazenamento de hidrogénio na área do cais.


Havyard desenvolve células de combustível de hidrogénio para navios de grande porte







Sem comentários:

Publicar um comentário