terça-feira, 5 de novembro de 2019

Havyard desenvolve células de combustível de hidrogénio para navios de grande porte

O estaleiro norueguês Havyard está se preparando para testar um sistema de combustível de hidrogénio para grandes navios.
Se os navios de grandes dimensões navegarem com zero  emissões em alta velocidade a grandes  distâncias, as soluções de bateria não contêm energia suficiente, segundo a Havyard. As células de combustível que funcionam com hidrogénio são uma solução, e o Grupo Havyard, com a Havyard Design & Solutions e a Norwegian Electric Systems (NES), está desenvolvendo um sistema que será o maior de seu tipo para navios.


Prototipo
Photo Havyard

“Aqua” mega iate de luxo movido a hidrogénio


O projeto está agora entrando na fase de aprovação do sistema de hidrogénio, juntamente com a Linde Engineering como fornecedora de tanques e a PowerCell Sweden como fornecedora de células a combustível. As empresas Havyard, juntamente com PowerCell e Linde, projetarão uma solução de hidrogénio e darão o primeiro passo em direção à certificação.

A solução será testada pela Havila Kystruten para adaptação. Havila Kystruten é uma empresa norueguesa de operadora de navios ropax. Com energia de hidrogénio, espera-se que um navio Kystruten seja capaz de navegar metade da rota costeira de Bergen para Kirkenes sem nenhuma emissão, portanto, uma viagem pelos fiordes do Patrimônio Mundial da UNESCO seria totalmente livre de emissões.

A Havila Kystruten já possui as maiores baterias do mundo e um design que resulta em embarcações energeticamente eficientes. Os requisitos de emissão nos concursos noruegueses para novos ferries levaram a desenvolvimentos rápidos na tecnologia de baterias, mas navegar longas distâncias com esses navios consome tanta energia que o hidrogénio é uma das poucas soluções disponíveis.

Kristian Osnes, gerente de projeto do estaleiro, diz que a participação da Linde garantirá o desenvolvimento condições de armazenamento e controle seguras para o hidrogénio criogenia a bordo dos navios. "Os regulamentos para essas soluções ainda não foram desenvolvidos, e temos o prazer de ter a Linde no processo de aprovação, o que esperamos ser muito desafiador".

Vêm aí navios alimentados a hidrogénio


A NES já trabalhou em vários projetos de ferries, no entanto, o mercado de hidrogénio, o sistema de logística de suprimento de hidrogénio e os regulamentos para as soluções devem ser desenvolvidos.
O desenvolvimento do sistema de hidrogénio faz parte de um projeto chamado de Pilot-E, no qual as empresas Havyard e as instituições de pesquisa SINTEF e Prototech estão trabalhando juntas.

No início deste ano, a Havyard e a SINTEF Ocean entraram em acordo para um programa de pesquisa de três anos que inclui o projeto de navios, soluções de máquinas híbridas e digitalização. O Pilot-E é uma colaboração entre o Conselho de Pesquisa da Noruega, Innovation Norway e Enova.
Espera-se que este sistema de células a combustível de hidrogénio esteja em  funcionamento num navio até o final de 2022.

As novas tecnologias podem tornar os navios cada vez mais ecologicos


Fonte//Havyard



Sem comentários:

Publicar um comentário