quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Grupo Sousa aposta em projeto de gás natural nos Açores

O Grupo Sousa aposta em projeto de gás natural nos Açores, replicando no território açoriano, os investimentos que tanto sucesso têm feito na Madeira.
O presidente do grupo, Luís Miguel Sousa, adiantou à RTP Açores que o investimento no arquipélago Açoriano será, além de um novo terminal logístico, o projeto de gás natural, idêntico ao que está a decorrer na Madeira.



Funchalense 5
N/M Funchalense 5 podem ver-se os contentores cisterna que transportam o gás natural


Este objetivo enquadra-se nos projetos de sustentabilidade do grupo, sendo também uma forma de contribuir para a redução das emissões poluentes.
Alem dos Açores, o Grupo Sousa tem em vista Cabo Verde e Canárias, havendo outras oportunidades de investimento que não passam despercebidas

Nós conseguimos, no fundo, reduzir o impacto do investimento a um contentor de 40 pés. Portanto, quem precisar de consumir pequeno, tem acesso, como tem já acesso nas plataformas continentais. No entanto, a corrida à descarbonização, tão aclamada pela sociedade contemporânea, não deverá ser feita a qualquer custo”, explicou Luis Miguel de Sousa


Funchalense 5
N/M Funchalense 5 podem ver-se os contentores cisterna que transportam o gás natural

Não podemos, para proteger o ambiente, e empobrecer as pessoas. Temos que criar soluções ambientalmente sustentáveis mas que do ponto de vista sócio-económico não provoquem distorções ou que afastem as pessoas do sistema”, acrescentou Luís Miguel Sousa, em declarações à RTP Açores.
O Grupo Sousa arrancou em 2014 com a operação de gás natural na Madeira, em consórcio com a Galp. O principal objetivo da operação é o fornecimento de gás natural à central termoelétrica da Vitória, bem como o transporte de gás, de Sines até à Madeira.



Sem comentários:

Publicar um comentário