quarta-feira, 2 de outubro de 2019

A Ocean Cleanup recolhe grandes quantidades de lixo no Pacífico


A Ocean Cleanup, organização holandesa sem fins lucrativos, que desenvolve tecnologias avançadas para retirar o plástico dos oceanos, anunciou que seu mais recente sistema de limpeza oceânica, o System 001 / B, está funcionando bem, recolhendo detritos de plástico com sucesso.

Velas semelhantes a asas vão ajudar navios a economizar combustível


Após um ano de testes, os engenheiros da organização conseguiram desenvolver um sistema independente no Great Pacific Garbage Patch, que usa as forças naturais do oceano para capturar e concentrar o plástico.
Lançado em Vancouver em junho, o System 001 / B é a segunda tentativa da The Ocean Cleanup de provar seu conceito de recolha do lixo do Great Pacific Garbage Patch, a maior zona de acumulação de plástico nos oceanos, do mundo.

Além de recolher pedaços de detritos de plástico grandes, bem como redes de pesca perdidas, associadas à pesca comercial, o sistema mais recente também capturou com sucesso microplásticos de até 1 mm.


Photo The Ocean Cleanup

Navios não deverão estar preparados para as regras do IMO 2020


O objetivo do Sistema 001 / B era testar modificações, que corrigiam os problemas anteriores, visando principalmente a correção da diferença inconsistente de velocidade entre o sistema e as correntes que transportam o plástico. Isso foi conseguido diminuindo a velocidade do sistema com uma âncora flutuante de para-quedas, permitindo assim, que os detritos plásticos de movimento mais rápido flutuassem no sistema.
Foi também alterada a altura do flutuador, o que permite uma maior eficiência da captura e concentração do plástico.

Photo The Ocean Cleanup

Hurtigruten escolhe Wärtsilä para conversão de navios


Apesar do sucesso inicial do System 001 / B, a The Ocean Cleanup vai projetar o seu próximo sistema de limpeza do oceano, o System 002, que será um sistema maior que permitirá reter o plástico recolhido por longos períodos de tempo. Todo o plástico recolhido é encaminhado para terra para reciclagem.



Projeto de navegação autónoma “Autoship” financiado pela União Europeia







Sem comentários:

Publicar um comentário