sexta-feira, 6 de setembro de 2019

Hurtigruten escolhe Wärtsilä para conversão de navios


O grupo de tecnologia Wärtsilä deve fornecer um conjunto de sistemas para transformar o “Finnmarken” da Hurtigruten num navio de cruzeiro híbrido.

Photo Wikipédia Chris

Knud E. Hansen apresentou o projeto para um navio de cruzeiro á vela


Em Dezembro próximo, a Wärtsilä converterá os motores existentes no navio com tecnologia de redução catalítica seletiva para restringir as emissões de óxido de nitrogénio e também fornecerá quatro sistemas Wärtsilä Nitrogen Oxide Reducer (NOR). Além disso, o navio será equipado com dois sistemas Wärtsilä Energopac, que possuem hélice e leme integrados e utilizam tecnologia hidrodinâmica avançada para otimizar a eficiência da propulsão. Estas duas soluções combinadas reduzirão as emissões, o consumo de combustível e os custos operacionais da Hurtigruten.






Cato Esperø, chefe de vendas da Wärtsilä afirmou que sempre houve um excelente relacionamento com a Hurtigruten ao longo dos anos e estarem satisfeitos e honrados por terem sido selecionados para fornecer as novas soluções sustentáveis ​​a uma empresa comprometida com a proteção do meio ambiente

Após o projeto de conversão, o”Finnmarken” será renomeado e relançado como “Otto Sverdrup” em homenagem ao especialista polar norueguês Otto Sverdrup, que foi o primeiro a esquiar pela Groenlândia (ao lado do colega explorador Fridtjof Nansen) e também comandou os navios de Hurtigruten nas suas próprias expedições.
A Hurtigruten também converterá Midnatsol e Trollfjord em navios de cruzeiro híbrido



Midnatsol regressa ao Porto Santo

World Explorer, o primeiro navio de cruzeiros construído em Portugal




Sem comentários:

Publicar um comentário