sábado, 20 de julho de 2019

“BOKA Vanguard” carrega “Carnival Vista” para reparações

O navio de cruzeiro “Carnival Vista”foi carregado no convés da embarcação semi-submersível “BOKA Vanguard” para reparação em doca seca em Freeport, nas Bahamas.
O proprietário do navio, Royal Boskalis Westminster, informou que a operação de carregamento começou no sábado a alguns quilômetros da costa de Freeport, tendo demorado aproximadamente 12 horas.


Photo: Royal Boskalis Westminster NV

Navio semi-submersível “Forte” descarrega Tango FLNG na Argentina



Uma vez carregado, o “BOKA Vanguard” transportou o “Carnival Vista” para o estaleiro Grande Bahama, onde a reparação dos azipods do navio ocorrerão enquanto o navio de cruzeiro estiver no “BOKA Vanguard”. Uma vez concluído, o “Carnival Vista” será posto a flutuar a tempo para sua próxima viagem programada partindo de Galveston, no Texas, em 27 de julho.
O “BOKA Vanguard”, com um deck de 275 metros por 70 metros, é o maior navio semi-submersível do mundo e é normalmente usado para transportar estruturas de petróleo e gás offshore ou outras embarcações que precisem de transporte.






Photos: Royal Boskalis Westminster NV

Operaçao de carga de guindastes de porto Liebherr


O uso da embarcação como uma espécie de doca seca móvel, no entanto, acredita-se ser a primeira operação desse tipo em qualquer parte do mundo. A Boskalis disse que a decisão de usar o “BOKA Vanguard” como plataforma de doca seca ocorre devido a não haver nenhum outro equipamento disponível na região.

Freeport, localizada a apenas 90 milhas náuticas de Miami, é o lar do Grand Bahama Shipyard, um dos principais estaleiros de reparação naval no sul da Flórida. Uma das três docas secas do estaleiro foi danificada no início deste ano num acidente ocorrido durante a reparação do navio de cruzeiro“Oasis of the Seas”. 







Operaçao de carga de um portico de 614 toneladas

Fonte//GCaptain






Sem comentários:

Publicar um comentário