quinta-feira, 30 de maio de 2019

Projeto ecológico para uso de metanol marítimo


O consórcio Green Maritime Methanol selecionou nove navios para pesquisa e testes sobre a aplicação de metanol renovável como combustível marítimo. Foram selecionados, novos projetos, novas construções, bem como os navios existentes da Boskalis, “Van Oord”, “Royal Netherlands Navy” e “Wagenborg Shipping”.


Photo MaritimeExecutuve


Wallenius Marine projeta transportador de carros á vela


As embarcações selecionadas têm diversos tamanhos, variando entre os 40 e os 160 metros, com a tonelagem variando de 300 e 23.000 dwt e em potência instalada de 1 a 12 mW. A pesquisa para esses navios começará com a determinação do custo para implementação e uso de sistemas de combustível de metanol. Os resultados desta pesquisa serão comparados com o diesel marinho com baixo teor de enxofre.
 Cada um dos navios tem seu próprio perfil operacional específico, fornecendo uma visão específica sobre a viabilidade do metanol para um determinado tipo de navio, sua rota de navegação e velocidade de cruzeiro. Não só os navios de carga estão sendo avaliados nesta fase, como também será dada atenção a ferris, dragas e embarcações de apoio que operam em águas costeiras.

Para cada cenário, as configurações técnicas, operacionais e econômicas mais atrativas serão determinadas. As partes pretendem compartilhar e trocar conhecimentos dentro do consórcio com oportunidades para desenvolver ainda mais o metanol como combustível de transporte para o setor marítimo.
 Recentemente, o consórcio acolheu três novos participantes que fornecem conhecimentos, competências e competências adicionais ao consórcio, à Real Associação dos Armadores dos Países Baixos (KVNR), ao Bureau Veritas e ao Lloyds Register.

 A Green Maritime Methanol agora tem uma lista de parceiros que inclui: Bio MCN, Royal Boskalis, Bureau Veritas, C-Job Naval Architects, Damen Shipyards, Organização de Materiais de Defesa, Feadship, Helm Proman, Royal IHC, Instituto Naval da Holanda Real (KIM / FMW ), Associação Real dos Armadores dos Países Baixos (KVNR), Lloyds Register, MARIN, Centro de Conhecimento Marítimo (MKC), Serviço Marítimo Noord (MSN), Instituto Metanol, Porto de Amsterdão, Porto de Roterdão, Pon Power, TNO, TU Delft, Van Oord, Associação Holandesa de Importadores de Motores de Combustão (VIV), Wagenborg Shipping e Wärtsilä.



Na Noruega a Norled AS ganhou concurso para a construçao de um ferry movido a hidrogénio


O projeto é apoiado pelo TKI Maritiem e pelo Ministério Holandês de Assuntos Econômicos e Políticas Climáticas e vai até dezembro de 2020.
No início deste ano, o Porto de Antuérpia, na Bélgica, iniciou um projeto para produzir metanol sustentável como parte da sua perspetiva em ser um porto neutro em carbono.
Noutro lugar, o Methanol Institute está apoiando um projeto na Universidade Tecnológica de Nanyang, em Singapura, que será a primeira avaliação do metanol como combustível naval na Ásia.

As novas tecnologias podem tornar os navios cada vez mais ecologicos




Sem comentários:

Publicar um comentário