terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

O primeiro ferry elétrico da Islândia terá tecnologia da ABB


A ABB fornecerá todo o equipamento de energia e armazenamento elétrico para o novo ferry da Icelandic Road and Coastal Administration’s, que terá a seu cargo a ligação de 13 quilômetros nas águas agitadas entre Landeyjahöfn, no continente, e a Ilha Westman.
O navio de 70 metros, terá capacidade para 550 passageiros e 75 carros, e tem entrega prevista para final do ano. É um projeto da Polarkonsult e será construido pelo estaleiro Crist SA..


Photo  ABB


Primeiro ferry da Baleària movido a GNL começa a navegar




O navio será impulsionado principalmente por uma grande bateria (3.000 quilowatts-hora), recarregando no porto em cerca de 30 minutos. Em condições meteorológicas particularmente difíceis, e se necessário o ferry usará seu grupo gerador diesel-elétrico, pois o consumo de energia da bateria pode exceder a energia disponível.
O novo ferry é uma parte dos objetivos de sustentabilidade da Islândia e usando mais modos de transporte elétrico. No total, 80% da energia da Islândia é hidroelétrica e geotérmica.

"A opção pelas soluções elétricas da ABB permite que a embarcação atenda a restrições de projeto que inicialmente parecem estar em conflito", disse Sigurdur Gretarsson, diretor da divisão marítima da Administração Costeira e Rodoviária da Islândia. "É otimizado para uma operação mais limpa e reduz as emissões de gases de efeito estufa, sendo a energia suficiente para navegar em águas muito perigosas mas com segurança".






O sistema de distribuição de energia da ABB, Onboard DC Grid, garantirá a eficiência do ferry ao permitir que as baterias se liguem diretamente a um link CC quando atracado em porto. Isso ajudará a evitar a perda de energia durante o carregamento e a descarga. O sistema também permite a operação com velocidade variável dos motores diesel, resultando em menor consumo de combustível.


Ropax "Express 4" o ferry da ultima geraçao


A ABB também fornecerá geradores, transformadores, painéis de controlo, gerenciamento de energia e energia e o sistema de controlo de armazenamento de energia. O ferry estará ligado  à infra estrutura do ABB Ability Collaborative Centers, para monotorização remota e análise de dados para suporte remoto e manutenção preditiva.

MF Herjólfur Photo Maritimt Magasin

Seleção das tecnologias da ABB para uma embarcação operando numa rota tão difícil, onde a profundidade da água às vezes é de 4,5 metros, mas a altura da onda pode chegar a 3,5 metros, estabelece uma nova referência para a bateria a bordo de um navio”, disse Juha Koskela, diretor administrativo da ABB Marine & Ports. "Em linha com a nossa visão de transporte elétrico, digital, este projeto demonstra como a integração do sistema, seja a bordo do navio ou entre a tripulação do navio, é um fator chave para o sucesso do gerenciamento de embarcações."

O novo ferry também melhorará a regularidade das ligações ferry. O ferry que faz a ligação atualmente,MF Herjólfur construído em 1992,tem que rumar a um porto diferente para atracar com segurança quando as condições climáticas são adversas, prolongando o tempo de navegação em cerca de duas horas. O novo ferry poderá entrar no porto de destino, com raras exceções de mares particularmente alterosos.


Novo ferry hibrido para a Kvarken Link para operar em 2021



Fonte//ABB




Sem comentários:

Publicar um comentário