domingo, 20 de janeiro de 2019

O navio "Murueta" choca com cais de Barranquilla


O navio de bandeira panamiana "Murueta", da empresa de transporte de mesmo nome e com sede em Bilbao, chocou contra o molhe a 16 de janeiro, quando manobrava para atracar no porto de Barranquilla, Colômbia. 

Photo Tweeter



Como resultado do embate, quebra das unhas da âncora e outros danos no navio alem de danos no cais. O referido navio chegava das Antilhas Holandesas com uma carga de sal.







Abalroamento no porto de Nansha, China

sábado, 19 de janeiro de 2019

Terraplanistas vão fazer um cruzeiro para ir até a beira da Terra


  


A Conferência Internacional da Terra Plana (FEIC, na sigla em inglês) vai fretar um navio de cruzeiro com o único propósito de levar os terraplanistas, corrente que defende que o planeta não é redondo, até a “borda” da Terra. A viagem está programada para 2020, mas não foi revelado de onde zarpará o navio e os valores do cruzeiro.
O anúncio foi feito durante a conferência anual da FEIC, que ocorreu em Denver (EUA) no final do ano passado. Entre os convidados “ilustres” estão o rapper B.o.B e a modelo Tila Tequila.

Photo Metrópoles

Estaleiros de Saint Nazeire lançaram o MSC Grandiosa.



Apenas um alerta aos terraplanistas com o sistema de GPS. De acordo com o ex-capitão de navios de cruzeiros Henk Keijer, todas as cartas náuticas e os sistemas de navegação foram desenvolvidos na base de que a Terra é esférica. “A navegação desse cruzeiro poderá ser muito complicada” se a tripulação discordar deste fato”, disse ao jornal britânico “The Guardian”.
A própria existência do GPS é outra prova de que a Terra é esférica, já que o sistema se baseia em 24 satélites que orbitam a Terra. Se fosse plana, três satélites seriam suficientes para a triangulação


Photo Silver Sea


Funchal será transformado em navio hotel para festas.


Para os terraplanistas, o planeta é um disco gigante rodeado por um paredão de gelo. que seria a Antártida
Mas caso os terraplanistas não consigam chegar até a “borda” da Terra, eles podem aproveitar de todas as comodidades que o navio tem à disposição, como restaurantes, piscinas, cassino e quem sabe até um simulador de ondas.



Ropax "Express 4" o ferry da ultima geraçao


Em junho de 2016, a Austal assinou um contrato para projetar e construir um ferry de passageiros de 109 metros (RoPax) para a Molslinjen (OMX: MOLS) da Dinamarca pelo valor de US $ 100 milhões, sendo o maior ferry construído pela Austal desde 2011.
A construção começou, no início de 2017, no estaleiro Henderson da Austal Australia, e é o primeiro construído pela Austal com dois decks de veículos completos para 425 carros, ou 610 metros lineares para camiões e até 232 carros.


Photo Austral


O RoPax  "Express 4" de 109 metros é um projeto aprimorado baseado na comprovada plataforma de catamarã da Austal, com uma nova solução otimizada de casco e minimização de peso da embarcação que proporciona melhor desempenho e maior eficiência de combustível. Inovações como essas permitirão que o novo navio de alta velocidade da Mol atinja menores custos operacionais e proporcione uma experiência aprimorada ao passageiro.


Com capacidade para transportar até 1.006 passageiros com segurança e conforto a velocidades de até 40 nós, o catamarã com o número 393, foi lançado em 16 de outubro de 2018.
A Austal também iniciou a construção de um Auto Express 109 para a Fjord Line da Noruega, e o primeiro de dois trimarans de 117 metros para a Fred.Olsen SA, com sede nas Ilhas Canárias.

Ficam alguns vídeos da sua construção e lançamento.












Fonte//Austral

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Novo ferry hibrido para a Kvarken Link para operar em 2021


A empresa finlandesa de construção naval Rauma Marine Constructions (RMC) assinou um pré contrato com a  Kvarken Link, para a construção de um ferry para carros e passageiros para operar entre a cidade finlandesa de Vaasa e a cidade sueca de Umeå, no primeiro semestre de 2021.


Photo RMC 

Stena Line passa a ligar os seus navios á rede eletrica em Oslo



O ferry terá capacidade para 800 passageiros e 1.500 metros para carga rolada. Será um navio com sistema de propulsão dual-fuel, que usará GNL / biogás e baterias. Também esta projetado para ter uma classificação de classe de gelo 1A Super, o que garantirá sua capacidade de navegar nas condições difíceis e geladas da região de Kvarken.

 “A RMC é especializada no projeto e construção de ferries para automóveis e passageiros. Estamos, portanto, satisfeitos e orgulhosos de ter demonstrado nossa competência nessa área. Também estamos muito gratos pela confiança que o cliente demonstrou no RMC, tendo-nos encomendado este navio ”,afirmou Jyrki Heinimaa, CEO da RMC

O contrato final deve ser assinado brevemente.


“Lobo Marinho” no Caniçal para manutenção




quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Navios não deverão estar preparados para as regras do IMO 2020


Jerome Leprince-Ringuet, o diretor-gerente Total Marine Fuels disse estar preocupado com o facto da indústria naval possa não estar preparada para a diretiva respeitante as emissões de enxofre da IMO 2020 que entram em vigor em Janeiro de 2020.


Photo Transportes e Negocios

Vêm aí navios alimentados a hidrogénio



 A partir de 1 de Janeiro de 2020, os navios mercantes não poderão utilizar combustível que contenha mais de 0,5% de enxofre. Os combustíveis HFO (heavy fuel oil) (combustíveis pesados) normalmente têm um teor de enxofre na ordem dos 2,5%, estarão proibidos, a menos que os navios estejam equipados com um purificador de gases de escape. Espera-se que o processo de transição para outro combustível ou colocação de purificadores leve vários meses, e a maioria das operadoras está planeando efetuar essas modificações no terceiro ou quarto trimestre de 2019.
A IMO indicou que não haverá um período de experiencia, e a medida entrará mesmo em vigor no dia 1 de Janeiro de 2020. No entanto, apenas espera-se que apenas um quinto da frota mundial esteja em conformidade com estas normas, de acordo com a Goldman Sachs.


Photo Transportes e Negocios


Os custos para as transformações necessárias e colocar os navios em conformidade com as diretivas da IMO 2020 podem ser elevados e os grandes operadores como a MSC e a Maersk estão preparados para investir biliões de dólares em despesas adicionais com combustível e com os purificadores, e já planeiam a criação de novos mecanismos de sobretaxa para dividir essas despesas com seus clientes.
Resta saber que medidas serão tomadas pela IMO para os navios e armadores que não estejam em conformidade no dia 1 de Janeiro.
 Serão impedidos de navegar?
Serão aplicadas coimas?
 Serão retirados os certificados?
Questões que ficam no ar e que a seu tempo terão as respostas.



Na Noruega a Norled AS ganhou concurso para a construçao de um ferry movido a hidrogénio


quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Ministra do Mar afirmou estar em estudo a ligaçao maritima Madeira continente


A Ministra do Mar anunciou, que está a decorrer o processo para elaborar uma portaria referente à continuidade territorial por via marítima que ligue por ferry a Madeira ao continente. A notícia foi revelada no passado dia 12 na II convenção dos Estados Gerais do PS da Madeira.


Photo Youtube

Na Noruega a Norled AS ganhou concurso para a construçao de um ferry movido a hidrogénio


A Ministra, Ana Paula Vitorino, alega estar em conjunto com o ministério das Finanças, a analisar os termos em que será assinada numa portaria para regular a continuidade territorial por via marítima, alertando que tal tem que pensado de maneira a ser encarado de forma a ser sustentável, e com enquadramento legal.

Segundo a Ministra, a continuidade territorial não pode ser apenas encarada como uma ligação marítima por ferry entre a Madeira e Portimão, como acontece nos meses do Verão, e salientou que já havia sido elaborado um diploma destinado à continuidade territorial pelos modos aéreo e marítimo em 2015, mas que na altura foi apenas regulado para as ligações aéreas e na pratica não existe na via marítima.
Ana Paula Vitorino assegurou que o Executivo está estudando as rotas possíveis entre o arquipélago e o continente, e a questão da sustentabilidade financeira, mais precisamente a questão dos subsídios, pedindo a colaboração do Governo Regional, tendo em conta o interesse que a continuidade territorial tem para os portugueses.


Stena Line passa a ligar os seus navios á rede eletrica em Oslo


terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Estaleiros de Saint Nazeire lançaram o MSC Grandiosa.


O construtor naval francês “Chantiers de l'Atlantique” lançou no estaleiro de Saint-Nazaire, o novo navio da MSC Cruises, “MSC Grandiosa”.
A nova construção foi agora transferida para uma doca molhada, onde o trabalho no navio continuará até a sua entrega em outubro de 2019.


Photo CruiseBe


Reparaçao ultra rápida do "Queen Elizabeth"



O "MSC Grandiosa" é o terceiro navio da classe Meraviglia a entrar na frota da MSC Cruises e o primeiro dos três navios Meraviglia-Plus, que apresentam maior tonelagem e capacidade do que os dois primeiros navios Meraviglia, “MSC Meraviglia” e “MSC Bellissima”.

Será também o quinto navio a entrar na frota da MSC Cruises em apenas dois anos e meio, sento parte do plano de expansão da frota da MSC Cruises, a empresa deve receber outros 12 navios de cruzeiro de próxima geração até 2027.
Com um comprimento de 331,43 metros e uma largura de 43 metros, o novo navio poderá acomodar 6.334 passageiros e 1.704 tripulantes.


Photo CruiseCoterill


Nova esperança para o histórico SS United States




O “MSC Grandiosa” de 181.000 GT será entregue à MSC Cruises em 31 de outubro e iniciará viagens regulares a partir de Gênova, Itália, em 16 de novembro de 2019.

Ficha Tecnica
Ano de Construcção            2019

Velocidade de Navegação   23 nós
Cap. Máxima camarotes     4
Capacidade Total                5714
Número de Tripulantes       1700
 Nº Cobertas                        19
 Nº Camarotes                     2444 
Nº camarotes interiores       794
Nº Camarotes exteriores      146
Nº camarotes com varanda  1384
Comprimento                       331 m.
Largura                                 43 m.
Tonelagem                            181000 tn. 



Fonte//WorldMaritimeNews

Artigo Original